Editorial

[2021] Como você fica?

Escrito por Mariane Comitre

A comunicação não verbal é muito mais perceptível do que palavras soltas. Principalmente para uma criança que ainda está no processo de construção do seu vocabulário. Reconhecer as emoções e saber expressá-las  é fundamental em meio a tantas outras descobertas dessa faixa etária. Este livro conta com sete personagens e seus diversos sentimentos, ilustrados com gestos e expressões bem definidos. De maneira muito interativa, o pequeno leitor desenvolve ações referentes a cada personagem, além de descobrir e reconhecer emoções. Terminando por demonstrá-las com o seu próprio jeitinho de ser!

Editora Upp

[2021] Diana e o mundo sem meias

Escrito por Eliane Gomes

No dia do aniversário de Diana, o mundo mudou.
O ar ficou perigoso de respirar, e as pessoas precisavam ficar dentro de suas casas e afastadas umas das outras. As cores, as risadas, os abraços e até as MEIAS do mundo sumiram.
Intrigada, Diana descobre que em seu quintal apareceu um buraco, que aumentava dia após dia. Será que tudo isso era culpa desse buraco misterioso?
Desvende esse mistério em uma emocionante história sobre distanciamento, saudades e meias.

Editora Inverso

[2021] O mistério do bife

Escrito por Camile Mourão

Quando pedacinhos de bife começam a aparecer sem motivo algum no jardim da escola Aurora, as melhores amigas Clara e Tina decidem investigar. As duas embarcam em uma aventura em busca de respostas para esse mistério, mas o que poucos sabem, é que Tina tem um poder mágico e consegue ouvir dicas e informações que ninguém mais consegue. Mas qual poder seria esse? Junte-se a Clara e Tina nessa brincadeira e desvende os mistérios da escola Aurora nesta história de inclusão, solidariedade e muita amizade!

Editora Inverso

[2021] Quando meu coração acelera

Escrito por  Luiza Graziela Santos Dias

Esta é a história de Aurora, que brilha como seu nome, que significa “aquela que brilha como o ouro”. Mas quem diria que algumas palavras ditas poderiam apagar todo esse brilho? Aurora vem nos mostrar que nem sempre, quando nosso coração acelera, é de felicidade, e o poder das palavras pode ser para o bem ou para o mal. Quando meu coração acelera é uma história cheia de sentimento que ressalta a importância de olharmos para as crianças com mais empatia e atenção.

Editora Inverso

[2021] Olho por olho, lente por lente

Escrito por  Cris Mazolla

“Olho por olho, lente por lente” conta a história de um menino que adorava brincar, mas sentia falta de ter um amigo. Ao encontrar um brinquedo ele encontrou também uma importante missão: ajudar alguém a enxergar melhor. Mas sendo tão pequeno, como faria isso? Será que conseguiria?

Editora Inverso

[2020] O macaco abraçador – livro pop-up

Escrito por Karina Fernanda

Produção das ilustrações e engenharia do papel feito por Thaio Conde.

O livro “O macaco abraçador” é um livro pop-up, onde as imagens saltam da página ou então tem alguma interação com o leitor.

[2020] Roda, roda, roda é roda de capoeira

Escrito por Marismar Borém

Roda, roda, roda
o menino ginga,
é roda de capoeira,
e de pernas pro ar
escuta cantoria, vê alegria,
sente o mundo girar.

Cora Editora

[2020] O indiozinho Kauã

Escrito por Marismar Borém

Kauã é um curumim que mora em uma aldeia. Ele sonha voar como um pássaro, mas enquanto isso ele aprende com o seu povo e seus ancestrais a ver, sentir e amar a mãe natureza. Nesta história também narramos o dia a dia da infância deste indiozinho que vive uma infância encantada, colorida e cheia de vida.

Cora Editora

[2019] Cinco gatos e meio

Escrito e ilustrado por Thaio Conde

Dizem que somos a média das cinco pessoas que mais convivemos. Que parecemos com quem está ao nosso redor…
Mas e quando você é a média de seus cinco gatos? Este livro conta a história de uma humana que virou um gato e seus filhotes precisam ajudá-la voltar ao normal antes que a ração acabe! Uma história de suspense, ração felina e baseada em fatos, quer dizer, gatos reais!

 A mensagem do livro é sobre o amor entre pais e filhos, não importa a espécie. Eu queria fazer um trabalho fora do convencional usando cores que alterassem em cada página e um traço mais livre, pois acredito que precisamos mostrar para as crianças novas formas de construir narrativas e ajudá-las a explorar sua criatividade.

Cora Editora